Explorando Colonia Del Sacramento, a cidade mais antiga do Uruguai


Seja qual for o número de vezes que você visitar esse destino histórico uruguaio a 177 quilômetros da capital Montevideo, a sensação será a mesma: Colonia del Sacramento, a cidade mais antiga do país, parece ter parado no tempo. E esse é o melhor motivo para conhecê-la.

Declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco em 1995, Colonia é cinematográfica. Suas construções rústicas e coloniais bem preservados, ruas de paralelepípedos iluminadas por lamparinas e becos escondidos à espera de um passeio descompromissado. Enfim, passear por Colonia Del Sacramento é sem dúvida viajar no tempo.

Casarão colonial português, onde atualmente funciona o Museu do Período Espanhol
Casarão colonial português, onde atualmente funciona o Museu do Período Espanhol

O lugar parece preservar os mesmos ares da época em que portugueses e espanhóis disputavam esse território estratégico às margens do Rio da Prata – a cidade foi fundada por portugueses e, quase um século depois, passou para a administração da Espanha – dando ao lugar uma bela e imperdível arquitetura portuguesa que contrasta com sotaque espanhol.

A cidade é hoje um dos destinos turísticos mais importantes do Uruguai, recebendo milhares de turistas por ano devido a sua localização privilegiada, uma vez que se está a apenas uma hora de barco de Buenos Aires e a duas horas em carro de Montevidéu. podem ser incluidos no roteiro turístico da cidade o centro histórico, museus e as praias as margens do Rio da Prata.

 

 

Entre as atrações destacam-se:

 

* Fortes de Colônia

No século XVIII, os portugueses cercaram a cidade com uma muralha e fosso. A fortaleza tinha uma única entrada, o portão de armas, decorado com o brasão português. A muralha foi demolida em meados do século seguinte, com as pedras dos muros sendo usadas para tapar o fosso. Escavações realizadas na década de 1970 permitiram a recuperação de grande parte das pedras originais da fortificação, que foram empregadas na reconstrução de um segmento da muralha e do portão de armas. Os restos de vários baluartes também são visíveis atualmente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

* Ruínas do Convento de S. Francisco Xavier e Farol

Um convento franciscano foi construído entre 1683 e 1704 em Colônia, dedicado a S. Francisco Xavier. Sofreu um incêndio no final do século XVIII em que foi parcialmente destruído. Em 1857 foi levantado nas ruínas do convento um farol que ainda funciona e pode ser visitado por turistas. Do alto se pode admirar toda a paisagem da cidade e do Rio da Prata. Os ingressos para a visita ao farol custam 20 pesos Uruguaios (R$ 3,00).

 

 

 

 

 

Rio da Prata visto do alto do farol

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

* Basílica do Santíssimo Sacramento

A atual igreja é sucessora da primeira construída no atual território uruguaio, que não era nada mais que um casebre levantado em 1680. No interior se encontram algumas obras de arte de origem colonial.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

* Calle de los Suspiros

É uma rua emblemática do centro histórico. Possui calçamento de pedra e várias casas antigas portuguesas, além de algumas espanholas; as portuguesas se distinguem facilmente por seus telhados a duas ou quatro águas. Há várias teorias sobre a origem do nome da rua, inclusive uma que afirma que ali se exercia atividades boêmias, o que nunca foi comprovado.

 

 

 

 

 

 

* Casa de Nacarello

Moradia do século XVIII de um pavimento, pertencente ao período português, com paredes de pedra e teto de madeira. No interior há mobiliário português (cama, cadeiras, armários) que mostra como vivia uma família da Colônia ao redor de 1750. O nome Nacarello faz referência à que se conhece como morador mais antigo da casa.

 

 

 

 

 

 

 

 

COMO CHEGAR

Barco da Buquebus em Colonia Del Sacramento
Barco da Buquebus em Colonia Del Sacramento-

Em geral, chega-se a Colonia de ônibus ou barco. A primeira opção é no caso de você estar indo a partir da capital Montevideo (duas horas e meia de viagem). A segunda, se estiver indo a partir de Buenos Aires, viajando em barcos catamarãs que partem de Puerto Madero. As empresas que oferecem o serviço são a Buquebus (www.buquebus.com) e a Colonia Express (www.coloniaexpress.com). O tempo de travessia pode variar de 01 a 03 horas, dependendo do tipo de embarcação. Para os que estão de carro, a partir de Montevidéu, são 177 km pela Ruta 1. A partir de Punta del Este são 324 km,

 

 

 

 

 

 

Outras informações importantes

* Idioma

O idioma falado no local é o Espanhol com sotaque latino.

 

 

 

 

 

 

* Documentação

Não é exigido visto, desde que a viagem seja a turismo e por no máximo 90 dias. Os documentos necessários para a viagem são passaporte válido ou carteira de identidade (RG) em bom estado de conservação e CNH (apenas se você for alugar um veículo).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

* Moeda e câmbio

A moeda corrente no local é o Peso Uruguaio, que tem cotação muito inferior ao Real. É raro encontrar essa moeda nas casas de câmbio no Brasil e quando se encontra a cotação não é vantajosa. Por isso minha dica é levar os reais ou dólares e troca-los em casas de câmbio na cidade. Na cidade há algumas casas de câmbio.

 

 

 

 

 


sm-johnny