Como é utilizar o metrô de Santiago


Não importa quais os locais que você vai visitar em Santiago, você certamente vai precisar de um meio de transporte para se deslocar desde o seu hotel até la. Se você quer fazer isso de maneira rápida e mais barata possível, então uma boa pedida é utilizar o excelente sistema de metrô da capital chilena.

A rede conta atualmente com 5 linhas (1, 2, 4, 4A e 5) que somam cerca de 103 km de extensão e um total de 108 estações espalhadas por várias regiões da cidade. Outras duas linhas (3 e 6) já estão em construção e devem ser inauguradas até 2018, adicionando mais 28 estações e 37 km de linhas à rede já existente, que já é enorme. Há estações próximas a quase todos os pontos de interesse e onde não há, pode-se complementar o trajeto de ônibus ou táxi.

Para utilizar o metrô, basta adquirir um bilhete unitário nas bilheterias das estações. A tarifa depende do horário de embarque. Há três tarifas, uma aplicada para o horário de pico, outra para o horário de vale e outra para horários de baixo movimento, conforme quadro ao lado:

03

Outra maneira de pagar é por meio de um cartão eletrônico chamado Bip!, o “bilhete único” santiaguino, que é utilizado também nos ônibus e é recarregável. O cartão pode ser comprado e recarregado nas bilheterias das estações ou em pontos de venda espalhados pela cidade e identificados com a marca Bip! O cartão custa 1.000,00 pesos chilenos (R$ 5,00) e a recarga mínima é de 1.500,00 pesos chilenos (R$ 7,50).

O metrô de Santiago opera nos dias úteis a partir das 05:35hs até as 23:45hs, aos sábados das 06:30hs até as 23:40hs e aos domingos e feriados das 08:00hs até as 23:00hs, porém cada estação tem seu horário específico para abrir e fechar. Para consultar o horário de funcionamento de cada estação, consulte o site do metrô.

 

Trem da linha 1 chegando na estação Tobalaba

As linhas 1, 2 e 5 do sistema possuem uma característica inusitada. Os trens dessas linhas, que são as mais antigas, possuem pneus ao invés de rodas de aço maciço, como na maioria dos metrôs do mundo. Eu não sei se isso traz alguma vantagem em termos de custo de operação ou não, mas é sem dúvida nenhuma, curioso.

Apesar disso, a rede metroviária de Santiago é uma das melhores da America do Sul. Os trens e estações são limpos, modernos e muito fáceis de acessar. Algumas estações ainda oferecem rede Wi Fi pública gratuita para os usuários.

Detalhe das rodas com pneus de um trem da linha 2 na estação Los Heroes

 

Veja como ir aos principais pontos de interesse de Santiago utilizando o metrô:

* Palácio La Moneda

Pegar a linha 1 (San Pablo/Los Dominicos) e desembarcar na estação La Moneda.

* Cerro Santa Lucía

Pegar a linha 1 (San Pablo/Los Dominicos) e desembarcar na estação Santa Lucía.

* Cerro San Cristóbal, Plaza Itália e Pátio Bellavista

Pegar a linha 1 (San Pablo/Los Dominicos) ou a linha 5 (Plaza de Maipú/Vicente Valdés) e desembarcar na estação Baquedano.

* Plaza de Armas e Catedral Metropolitana de Santiago

Pegar a linha 5 (Plaza de Maipú/Vicente Valdés) e desembarcar na estação Plaza de Armas.

* Museu da Solidariedade Salvador Allende

Pegar a linha 1 (San Pablo/Los Dominicos) e desembarcar na estação República.

* Parque O’Higgins

Pegar a linha 2 (Vespúcio Norte/La Cisterna) e desembarcar na estação Parque O’Higgins.

* Shopping Costanera Center e Sky Costanera

Pegar a linha 1 (San Pablo/Los Dominicos) ou a linha 4 (Tobalaba/Plaza de La Puente Alto) e desembarcar na estação Tobalaba.

* Shopping Parque Arauco

Pegar a linha 1 (San Pablo/Los Dominicos) e desembarcar na estação Escuela Militar.

* Parquemet – Parque Metropolitano de Santiago

Pegar a linha 1 (San Pablo/Los Dominicos) e desembarcar na estação Pedro de Valdívia.

* Vinícola Concha y Toro

Pegar a linha 4 (Tobalaba/Plaza de La Puente Alto) e desembarcar na estação Las Mercedes. A partir daí finalizar o trajeto de ônibus ou táxi.

* Mercado Central de Santiago

Pegar a linha 2 (Vespúcio Norte/La Cisterna) e desembarcar na estação Puente Cal y Canto.

* Museu Nacional de Belas Artes

Pegar a linha 5 (Plaza de Maipú/Vicente Valdés) e desembarcar na estação Belas Artes.

* Parque Bicentenário

Pegar a linha 1 (San Pablo/Los Dominicos) e desembarcar na estação El Golf.

* Estádio Monumental

Pegar a linha 5 (Plaza de Maipú/Vicente Valdés) e desembarcar na estação Pedrero.

Vale lembrar que em dias úteis, em horários de maior movimento, os trens das linhas 2, 4 e 5 fazem uma operação especial chamada de Metro Expreso, em que cada uma dessas linhas é “dividida em duas’, ou seja, algumas das estações de cada linha passam a fazer parte de uma nova rota dos trens (Ruta Roja ou Rota Vermelha), outra parte de outra rota (Ruta Verde ou Rota Verde) e há estações em que os trens das duas rotas operam simultaneamente para permitir transbordo de passageiros de uma rota para outra. Durante essa fase da operação, os trens são identificados com uma luz vermelha ou verde acima das portas para identificar a qual rota ele pertence. Para entender melhor como funciona esse sistema acesse o link.


sm-johnny